Tabela do Salário família 2016 – Veja como calcular

Veja como calcular o salário família e saiba quem tem direito a esse benefício do Governo Federal. O salário família é um benefício pago a todos os contribuintes da Previdência Social desde que cumpra os seguintes requisitos: ganhem até R$ 1.212,64 e tenham filhos menores de 14 anos ou dependentes equiparados até essa idade, ou, filhos de qualquer idade inválido ou dependentes equiparados a essa condição.

Para fazer o cálculo do salário família 2016 deve-se considerar a renda e o número de filhos do trabalhador. Para calcular o salário família sempre se considera o salário de contribuição do trabalhador à Previdência Social. Para aqueles que ganham até R$ 806,80 o benefício é de R$ 41,37 por filho até 14 anos – ou dependentes equiparados. Vale também para filhos na condição de inválidos. Para aqueles que ganham entre R$ 806,81 até R$ 1.212,64 o valor do benefício é de R$ 29,16 por filho até 14 anos ou dependente equiparado. Ou filhos de qualquer idade na condição de inválidos.

Como calcular o valor do salário família

O cálculo, portanto, é simples. Basta multiplicar esse valores pelo número de filhos de acordo com a faixa de renda. Por exemplo, se um trabalhador contribui para a previdência social por um salário de R$ 880,00 e tem três filhos com direito ao salário família então o valor por cada filho será de R$ 29,16 vezes 3. O que é igual à R$ 87,48 adicionais pago pelo benefício por mês nesse ano de 2016.

Para requer o benefício o trabalhador deve procurar uma agência da Previdência Social munido dos seguintes documentos: requerimento do benefício (que pode ser pego na própria agência), termo de responsabilidade (também na própria agência), certidão de nascimento de todos os filhos. Se os trabalhadores em filhos em idade de até 6 anos de idade pede-se que se apresente a caderneta de vacinação das crianças. Para aqueles que tem filhos entre 7 a 14 anos de idade será pedido também um documento da escola que eles estão matriculados com a comprovação de frequência. Mas em geral o próprio empregador já solicita essa documentação ao trabalhador quando ele tem esse direito..

Preste atenção as seguintes regras adicionais para o recebimento do benefício:

  • Todos os anos será solicitado a apresentação da caderneta de vacinação no mês de novembro, na falta dessa apresentação o benefício será suspenso.
  • A frequência escolar será auferida também semestralmente sempre nos meses de maio e novembro até o filho completar 14 anos de idade.
  • Para pessoas com filhos em estado de invalidez acima de 14 anos o benefício será pago até esse estado permanecer. Sendo a invalidez necessariamente comprovada pela perícia médica do INSS.
  • Os beneficiários desempregados perdem o direito ao auxílio de salário família.

Tabela Salário Família 2016 e valores ano a ano

Essa é a tabela do salário família desde o início da sua criação. Confira os valores e veja se sua empresa está repassando os valores corretamente:

VIGÊNCIA REMUNERAÇÃO SALÁRIO FAMÍLIA
A Partir de 01/01/2016 (Portaria Interministerial MTPS/MF nº 1, de 08/01/2016) R$ 806,80 R$ 41,37
R$ 806,81 até R$ 1.212,64 R$ 29,16
A Partir de 01/01/2015 (Portaria Interministerial MPS/MF 13/2015) R$ 725,02 R$ 37,18
R$ 725,03 a R$ 1.089,72 R$ 26,20
A Partir de 01/01/2014 (Portaria Interministerial MPS/MF 19/2014) R$ 682,50 R$ 35,00
R$ 682,51 a R$ 1.025,81 R$ 24,66
A Partir de 01/01/2013>(Portaria Interministerial MPS/MF 15/2013) R$ 646,55 R$ 33,16
R$ 646,56 a R$ 971,78 R$ 23,36
A Partir de 01/01/2012(Portaria Interministerial MPS/MF 2/2012) R$ 608,80 R$ 31,22
R$ 608,81 a R$ 915,05 R$ 22,00
A Partir de 01/07/2011 (Portaria Interministerial MF/MPS 407/2011) Até R$ 573,91 R$ 29,43
De R$ 573,92 a R$ 862,60 R$ 20,74
A Partir de 01/01/2011 a 30/06/2011 (Portaria Interministerial MF/MPS 568/2010) Até R$ 573,58 R$ 29,41
De R$ 573,59 a R$ 862,11 R$ 20,73
A Partir de 01/01/2010 (Portaria Interministerial MPS/MF 333/2010) Até R$ 539,03 R$ 27,64
De R$ 539,04 a R$ 810,18 R$ 19,48
De 01/01/2010 a 29.06.2010 Portaria Interministerial MPS/MF 350/2009) Piso salarial de até R$ 531,12 R$ 27,24
De R$ 531,13 a R$ 798,30 R$ 19,19
De 01/02/2009 a 31.12.2009 (Portaria Interministerial MPS/MF 48/2009) Até R$ 500,40 R$ 25,66
De R$ 500,41 a R$ 752,12 R$ 18,08
De 01/03/2008 a 31/01/2009 (Portaria Interministerial 77/2008) Salário de Até R$ 472,43 R$ 24,23
De R$ 472,44 a R$ 710,08 R$ 17,07
De 01/04/07 a 29/02/08 (Portaria MPS 142/2007) Até R$ 449,93 R$ 23,08
De R$ 449,94 a R$ 676,27 R$ 16,26
de 01/08/06 a 31/03/07 (Portaria MPS 342/2006) Até R$ 435,56 R$ 22,34
De R$ 435,57 a R$ 654,67 R$ 15,74
De 01/04/06 a 31/07/06 (Portaria MPS 119/2006) Até R$ 435,52 R$ 22,33
De R$ 435,53 a R$ 654,61 R$ 15,74
De 01/05/05 a 31/03/06 (Portaria MPS 822/2005) Até R$ 414,78 R$ 21,27
De R$ 414,79 a R$ 623,44 R$ 14,99
De 01/05/04 a 30/04/05 (MP 182/2004) Até R$ 390,00 R$ 20,00
De R$ 390,01 a R$ 586,19 R$ 14,09

de 01/06/03 a 30/04/04

até R$ 560,81

R$ 13,48

de 01/06/02 a 31/05/03

até R$ 468,47

R$ 11,26

de 01/06/01 a 31/05/02

até R$ 429,00

R$ 10,31

de 01/06/00 a 31/05/01

até R$ 398,48

R$ 9,58

de 01/06/99 a 31/05/00

até R$ 376,60

R$ 9,05

de 01/01/99 a 31/05/99

até R$ 360,00

R$ 8,65

de 01/12/98 a 31/12/98

até R$ 324,45

acima R$ 324,46

R$ 8,65

R$ 1,07

de 01/06/98 a 30/11/98

até R$ 324,45

acima de R$ 324,45

R$ 8,65

R$ 1,07

de 01/06/97 a 31/05/98

até R$ 309,56

acima de R$ 309,56

R$ 8,25

R$ 1,02

de 01/01/97 a 31/05/97

até R$ 287,27

acima de R$ 287,27

R$ 7,67

R$ 0,95

de 01/05/96 a 31/12/96

até R$ 287,27

acima de R$ 287,27

R$ 7,66

R$ 0,95

de 01/05/95 a 30/04/96

até R$ 249,80

acima de R$ 249,80

R$ 6,66

R$ 0,83

de 01/07/94 a 30/04/95

até R$ 174,86

acima de R$ 174,86

R$ 4,66

R$ 0,58

de 01/03/94 a 30/06/94

Até URV 174,86

acima de URV 174,86

URV 4,66

URV 0,58

01/02/94

até CR$ 115.582,02

acima de CR$ 115.582,02

CR$ 3.082,15

CR$ 385,19

01/01/94

até CR$ 88.738,58

acima de CR$ 88.738,58

CR$ 366,33

CR$ 295,74

01/12/93

até CR$ 50.625,57

acima de CR$ 50 .625,57

CR$ 1.350,00

CR$ 168,72

01/11/93

até CR$ 40.536,13

acima de CR$ 40.536,13

CR$ 1.080,95

CR$ 135,10

01/10/93

até CR$ 32.449,67

acima de CR$ 32.449,67

CR$ 865,31

CR$ 108,15

01/09/93

Até CR$ 25.924,48

acima de CR$ 25.924,48

CR$ 691,31

CR$ 86,40

01/08/93

Até CR$ 15.183,93

acima de CR$ 15.183,93

CR$ 404,90

CR$ 50,60

01/07/93

Até CR$ 12.731.793,25

acima de Cr$12.731.793,25

CR$ 339.514,87

CR$ 42.439,28

de 01/05/93 a 30/06/93

Até CR$ 9.064.419,69

acima de CR$ 9.064.419,69

CR$ 241.718,13

CR$ 30.214,71

de

01/03/93 a 30/04/93

Até CR$ 4.728.257,59

acima de CR$ 4.728.257,59

CR$ 26.087,01

CR$ 15.760,85

de 01/01/93 a 28/02/93

Até CR$ 3.459.616,29

acima de CR$ 3.459.616,29

CR$ 92.256,54

CR$ 11.532,05

de 01/09/92 a 31/12/92

Até CR$ 1.434.259,00

acima de CR$ 1.434.259,00

CR$ 38.246,95

CR$ 4.780,86

de 01/05/92 a 31/08/92

Até CR$ 638,052,75

acima de CR$ 638.052,75

CR$ 17.014,76

CR$ 2.126,84

de 01/01/92 a 30/04/92

até CR$ 276.978,83

acima de CR$ 276.978,83

CR$ 7.386,11

CR$ 923,26

Esses valores são corrigidos anualmente de acordo com o aumento do salário mínimo.

Comente esse artigo usando o Facebook

Comentários

Ou comente pelo formulário do site

14 COMENTÁRIOS

  1. trabalhei cinco meses na empresa como atendente de loja e nunca recebir salario – familia, tenho uma filha de 3 anos, pois a patroa diz que e Micro Empreendedor individual (MEI), que nao tem direito de pagar nada. Fui demitida sem justa causa e nao recebir as guias do segro, a carta de referencia e os papapel do fgts com a multa, so recebir o papel da rescisao. E ate agora nao tenho noticias do fgts. fui admitida em 01/12/2015 e sair no dia 29/04/2016. meu aviso foi trabalhado de 01/04/2016 a 30/04/2016.

  2. Olá, eu devo descontar as faltas do salario para analisar se possui direito ou não ao salario familia?
    Ex.: salario 1.111,00
    Desconto de Faltas de R$ 90,00
    a base permanece 1.111,00 ou 1.021,00?

    • Quem ganha R$1111,00 não teria direito ao salário família Priscila, o valor é designado por faixa salarial: “O salário-família é um benefício pago a todos os contribuintes da Previdência Social desde que cumpra os seguintes requisitos: ganhem até R$ 1.025,81 e tenham filhos menores de 14 anos ou dependentes equiparados até essa idade, ou, filhos de qualquer idade inválido ou dependentes equiparados a essa condição.”

      Independente de descontos o que vale é o salário bruto.

  3. bom dia,esse mês o salario bruto veio no valor de r$ 1078,89 e não veio o salario familia,gostaria de saber se eu tenho direito.

    obg,fico no aguardo

    • O salário-família é um benefício pago a todos os contribuintes da Previdência Social desde que cumpra os seguintes requisitos: ganhem até R$ 1.025,81

  4. Para a profissão de Professor de escola particular que recebe o salário mínimo de 788,00 e tem 2 filhos, qual o valor a ser pago agora em 2015?

Responda esse comentário