Saldo do FGTS sumiu? O valor está zerado? Veja como resolver

O governo fez a liberação do saque do FGTS retido em contas inativas para ajudar no reaquecimento da economia. Com mais dinheiro em circulação a economia tende a crescer devido ao alto consumo.

Se o saldo do seu FGTS sumiu ou se você foi consultar sua conta inativa e o valor aparece zerado, calma, tenha muita calma nessa hora que vamos explicar direitinho nesse artigo qual problema está ocorrendo. Leia o artigo até o final e entenda:

Saldo FGTS sumiu valor zerado

Veja também:
Tudo sobre o FGTS retido em contas inativas
Saiba como encontrar o número do PIS
Como consultar o saldo da conta inativa do FGTS
Como calcular o valor correto do FGTS
Consulta abono salarial online

O saldo do seu FGTS sumiu? A conta da empresa está zerada?

Após o anúncio do governo todos correram para acessar suas contas na Caixa para consultar o saldo do FGTS. Geralmente se você trabalhou em várias empresas, aparecerá diversas contas com seus respectivos saldos.

Vários relatos apareceram que ao acessar o atalho no site da Caixa para consultar o saldo das contas inativas, inicialmente apareceu um valor a receber e que agora não aparece valor algum ou que recebe uma mensagem de que deve “Aguardar o início do calendário de saque do FGTS”, ou seja, o saldo sumiu! O valor aparece zerado! E em alguns casos até mesmo as contas de algumas empresas não estão sendo listadas pelo sistema da Caixa.

Principais erros do FGTS

Há alguns casos em que o trabalhador terá que comprovar com alguns documentos de que tem mesmo direito ao saque do FGTS retido em contas inativas, veja abaixo os principais problemas relatados pelos usuários do PIsoSalarial.com.br:

  1. Divorciado (a), mas na Caixa ainda consta com nome de casado ou vice-versa, nome de solteiro na Caixa e a pessoa já está casada. (Você deverá comparecer a uma agencia da Caixa com seus documentos e comprovar a mudança de nome)
  2. Saldo zerado de uma conta antiga do FGTS, (Provavelmente a empresa não fez os depósitos do FGTS enquanto você esteve trabalhando e tão pouco você verificou se a empresa estava depositando certinho. Nesse caso você terá que entrar em contato com a empresa e exigir que ela faça o depósito, caso contrário, procure o sindicato da sua categoria ou até mesmo entre na justiça contra a empresa).
  3. Demissão antes de dezembro de 2015, mas a empresa continuou depositando depois disso. O que acontece nesses casos é que a empresa ao encerrar o vínculo empregatício, ficou devendo algo do seu FGTS, o qual foi depositado posteriormente. (Procure uma agência da Caixa para comprovar a extinção do contrato de trabalho antes de dezembro de 2015. Leve os papéis da rescisão e seus documentos pessoais).
  4. Conta do FGTS antiga mas continua ativa. Mesmo caso do item 3. (Procure uma agência da Caixa para comprovar a extinção do contrato de trabalho antes de dezembro de 2015. Leve os papéis da rescisão e seus documentos pessoais).
  5. Duplicidade de número do PIS. (Procure uma agência da Caixa com seus documentos pessoais).
  6. Erros cadastrais. (A Caixa pode errar, isso mesmo, pode errar e erra muito. Várias pessoas estão com seus cadastros errados na Caixa e por isso não aparece nada a receber de FGTS inativo. Pode ser o nome errado, CPF, RG, PIS, enfim, muita coisa. Por isso se você acha que tem direito a receber, mas não aparece saldo nas suas contas inativas, procure uma agência da Caixa com seus documentos pessoais).

Além desses principais problemas há também outro: problemas no atendimento. Muitas pessoas relatam que ao chegar numa agência da Caixa, na triagem já não deixam entrar, mandam que verifiquem o saldo do FGTS na internet ou telefone, mesmo se a pessoa já não conseguiu fazer isso por esses canais. Se isso aconteceu com você insista no atendimento pelo telefone (0800 726 2017) que uma hora você será atendido.

Comente esse artigo usando o Facebook

Comentários

Ou comente pelo formulário do site

1 COMENTÁRIO

  1. Fui na agência e costa conta zerada ,como se eu tivesse sacado .mais pedi dispensa por isso não tem como ter retirado o FGTS.faz mais de 20 anos o que fazer nesse caso

Responda esse comentário