Salário Mínimo 2017 – Valor e Tabela do Salário Mínimo para 2017

O reajuste do salário mínimo 2017 ficou em 6,47% e vale a partir de 1º de janeiro de 2017. Ele terá um valor diário de R$ 31,23 e o valor ganho por hora de R$ 4,26

O valor do salário mínimo 2017 foi divulgado pelo governo e publicado no Diário Oficial da União. Segundo o decreto, o reajuste do salário mínimo ficou em 6,47% e vale a partir de 1º de janeiro de 2017. Para se ter uma ideia o valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 31,23 e o valor ganho por hora a R$ 4,26. Veja logo abaixo o salário mínimo oficial para 2017:

Valor do salário mínimo 2017

Compartilhe o Novo Valor do Salário Mínimo 2017

O valor aprovado pelo Ministério do Planejamento do governo Temer para o reajuste do salário mínimo 2017 foi de R$ 937,00, o que equivale a um aumento percentual de 6,47% sobre o atual valor do salário mínimo, ou, irrisórios R$ 57,00 a mais que o valor do salário mínimo do ano passado.
 

R$ 937,00

 

Compartilhe Valor do Salário Mínimo em 2017 no Facebook

O que muda na sua vida com o novo salário mínimo 2017

O novo valor do salário mínimo em 2017 influencia em vários aspectos a vida do cidadão, como benefícios de aposentados e pensionistas, salário família, abono salarial e seguro desemprego.

Além dos benefícios sociais, o novo salário mínimo 2017 também impacta as ações judiciais e de pequenas causas, já que o valor das ações aumenta, como por exemplo ações sem advogado poderão ter o valor de até R$ 56.220,00 (60 salários mínimos), já para o Juizado Especial Cível ou Tribunais de Pequenas Causas o valor das ações tem um novo limite de até R$ 18.740,00 (20 salários mínimos).

Esse reajuste terá impacto também em diversas categorias profissionais que recebem até um salário mínimo por mês, como faxineiros, ajudantes, auxiliares e diversos outros cargos que não possuem, representação sindical e que portanto não possuem um piso salarial regulamentado por dissídio.

O reajuste do salário mínimo 2017 repõe as perdas do trabalhador?

O reajuste do salário mínimo 2017 em 6,47% só repõe as perdas com a inflação no período de um ano, ou seja, você só está recebendo de volta o que foi descontado de você através dos aumentos dos alimentos, combustíveis, aumento da conta de luz, água, aluguéis e prestações durante esse período. Não há qualquer aumento real nesse novo valor do salário mínimo.

Evolução do salário mínimo nos últimos 10 anos

Evolução do valor do salário mínimo nos últimos 10 anos

Veja uma reportagem sobre o salário mínimo 2017:

Tabela de Salários Mínimos Ano a Ano

Abaixo você encontra a tabela com o salário mínimo 2017 e os demais salários desde o ano 2000 até 2017. A maioria dos valores dos salários mínimos são colocados em vigor por MPs (medidas provisórias) e algumas por decreto federal.

Nessa tabela verifica-se toda a evolução do valor do salário mínimo no Brasil nesses últimos anos. Além de verificar o valor do salário mínimo 2017, você pode também ver o valor ganho por dia e por hora, ficando bem mais fácil para verificar quanto você terá de reajuste.

Você pode ver na tabela abaixo também todos os decretos para os aumentos anuais do salário mínimo que são publicados pelo Planalto a mando da presidência da República. Confira a tabela completa e seus decretos:

VIGÊNCIA VALOR MENSAL VALOR DIÁRIO VALOR HORA NORMA LEGAL Pub. Diário Oficial
01.01.2017 R$ 937,00 R$ 31,23 R$ 4,26 DECRETO Nº 8.948 de 2016 29/12/2016
01.01.2016 R$ 880,00 R$ 29,33 R$ 4,00 Decreto 8.618/2015 30.12.2015
01.01.2015 R$ 790,00 R$ 26,27 R$ 3,58 DECRETO 8.381/2014 30.12.2014
01.01.2014 R$ 724,00 R$ 24,13 R$ 3,29 Decreto 8.166/2013 24.12.2013
01.01.2013 R$ 678,00 R$ 22,60 R$ 3,08 Decreto 7.872/2012 26.12.2012
01.01.2012 R$ 622,00 R$ 20,73 R$ 2,83 Decreto 7.655/2011 26.12.2011
01.03.2011 R$ 545,00 R$ 18,17 R$ 2,48 Lei 12.382/2011 28.02.2011
01.01.2011 R$ 540,00 R$ 18,00 R$ 2,45 MP 516/2010 31.12.2010
01.01.2010 R$ 510,00 R$ 17,00 R$ 2,32 Lei 12.255/2010 16.06.2010
01.02.2009 R$ 465,00 R$ 15,50 R$ 2,11 Lei 11.944/2009 29.05.2009
01.03.2008 R$ 415,00 R$ 13,83 R$ 1,89 Lei 11.709/2008 20.06.2008
01.04.2007 R$ 380,00 R$ 12,67 R$ 1,73 Lei 11.498/2007 29.06.2007
01.04.2006 R$ 350,00 R$ 11,67 R$ 1,59 MP 288/2006 31.03.2006
01.05.2005 R$ 300,00 R$ 10,00 R$ 1,36 Lei 11.164/2005 22.04.2005
01.05.2004 R$ 260,00 R$ 8,67 R$ 1,18 MP 182/2004 30.04.2004
01.04.2003 R$ 240,00 R$ 8,00 R$ 1,09 MP 116/2003 03.04.2003
01.04.2002 R$ 200,00 R$ 6,67 R$ 0,91 MP 35/2002 28.03.2002
01.04.2001 R$ 180,00 R$ 6,00 R$ 0,82 MP 2.142/2001 30.03.2001
03.04.2000 R$ 151,00 R$ 5,03 R$ 0,69 Lei 9.971/2000 24.03.2000

O salário mínimo é a principal base que rege o piso salarial do trabalhador brasileiro. De acordo com as leis brasileiras, nenhum trabalhador formalmente contratado, com uma jornada de trabalho completa, pode receber um salário menor que o salário mínimo instituído pelo governo.

Como foi criado o salário mínimo

O salário mínimo foi instituído no Brasil em 1930 pelo então presidente Getúlio Vargas. à época seu valor era calculado de acordo com o poder de compra da cesta básica, sendo que deveria corresponder à compra de 10 cestas básicas à época (para efeito de comparação, hoje o salário mínimo cobre menos de 2 cestas básicas). Nessa época, a cesta básica continha somente os itens básicos da alimentação e seu valor era variável, pois dependia da região do Brasil no qual ele era aplicado, pois o poder de compra do Norte e Nordeste sempre era maior com relação às regiões do Sul do Brasil. Desse modo, o salário mínimo tinha 14 valores diferentes e sua correção era dada apenas de 3 em 3 anos, no qual eram aplicados aumentos tanto para ressarcir o trabalhador com a perda pela inflação, quanto para atribuir um ganho real a todos os trabalhadores.

A lei do salário mínimo foi regulamentada 6 anos mais tarde pela lei nº 185 de janeiro de 1936 e pelo decreto-lei nº 399 de abril de 1938 sendo que somente em 1940 seu valor foi fixado pelo Decreto nº 2162 de 1º de maio de 1940 (daí o porque do dia 1º de maio ser o dia do trabalhador no Brasil).

Como a CLT consolidou o salário mínimo

Logo após a instituição do valor do salário mínimo, foi criada no Brasil através do Decreto Lei nº 5.452, de 1 de maio de 1943 a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) que até hoje regulamenta a relação entre o empregador e o empregado no Brasil. A CLT foi inspirada na Carta del Lavoro do governo italiano, nessa época comandado por Benito Mussolini no qual em seu texto base havia a clara referência para que o valor do salário mínimo cobrisse toda as necessidades básicas do trabalhador e isso foi inteiramente copiado pela CLT.

Os princípios do salário mínimo na nova Constituição do Brasil de 1988

A reforma da Constituição de 1988 estabeleceu que todo trabalhador brasileiro tem direito ao salário mínimo e reforça as diretrizes de que seu valor deve suprir as necessidades básicas do trabalhador, ampliando para além da alimentação, moradia, educação, saúde, vestuário, lazer, transporte, higiene e previdência social. Esse item da Constituição também garante o reajuste anual do salário.

Reajustes do salário mínimo desde a sua criação

VIGÊNCIA NORMA VALOR SALARIO MINIMO
04/07/40 DL 2.162/40 240 mil réis
01/01/43 DL 5.670/43 Cr$300,00
01/12/43 DL 5.977/43 Cr$380,00
01/01/52 D 30.342/51 Cr$1.200,00
04/07/54 D 35.450/54 Cr$2.400,00
01/08/56 D 39.604/56 Cr$3.800,00
01/01/59 D 45.106-A/58 Cr$6.000,00
18/10/60 D 49.119-A/60 Cr$9.600,00
16/10/61 D 51.336/61 Cr$13.440,00
01/01/63 D 51.631/62 Cr$21.000,00
24/02/64 D 53.578/64 Cr$42.000,00
01/02/65 D 55.803/65 CR$66.000,00
01/03/66 D 57.900/66 Cr$84.000,00
01/03/67 D 60.231/67 NCr$105,00
26/03/68 D 62.461/68 NCr$129,60
01/05/69 D 64.442/69 NCr$156,00
01/05/70 D 66.523/70 NCr$187.20
01/05/71 D 68.576/71 Cr$225,60
01/05/72 D 70.465/72 Cr$268,80
01/05/73 D 72.148/73 Cr$312,00
01/05/74 D 73.995/74 Cr$376,80
01/12/74 Lei 6.147/74 Cr$415,20
01/05/75 D 75.679/75 Cr$532,80
01/05/76 D 77.510/76 Cr$768,00
01/05/77 D 79.610/77 Cr$1.106,40
01/05/78 D 81.615/78 Cr$1.560,00
01/05/79 D 84.135/79 Cr$2.268,00
01/11/79 D 84.135/79 Cr$2.932,80
01/05/80 D 84.674/80 Cr$4.149,60
01/11/80 D 85.310/80 Cr$5.788,80
01/05/81 D 85.950/81 Cr$8.464,80
01/11/81 D 86.514/81 Cr$11.928,00
01/05/82 D 87.139/82 Cr$16.608,00
01/11/82 D 87.743/82 Cr$23.568,00
01/05/83 D 88.267/83 Cr$34.776,00
01/11/83 D 88.930/83 Cr$57.120,00
01/05/84 D 89.589/84 Cr$97.176,00
01/11/84 D 90.301/84 Cr$166.560,00
01/05/85 D 91.213/85 Cr$333.120,00
01/11/85 D 91.861/85 Cr$600.000,00
01/03/86 DL 2.284/86 Cz$804,00
01/01/87 Portaria 3.019/87 Cz$964,80
01/03/87 D 94.062/87 Czr1.368,00
01/05/87 Portaria 3.149/87 Cz$1.641,60
01/06/87 Portaria 3.175/87 Cz$1.969,92
10/08/87 DL 2.351/87 Cz$1.970,00
01/09/87 D 94.815/87 Cz$2.400,00
01/10/87 D 94.989/87 Cz$2.640,00
01/11/87 D 95.092/87 Cz$3.000,00
01/12/87 D 95.307/87 Cz$3.600,00
01/01/88 D 95.479/87 Cz$4.500,00
01/02/88 D 95.686/88 Cz$5.280,00
01/03/88 D 95.758/88 Cz$6.240,00
01/04/88 D 95.884/88 Cz$7.260,00
01/05/88 D 95.987/88

Cz$8.712,00

01/06/88 D 96.107/88 Cz$10.368,00
01/07/88 D 96.235/88 Cz$12.444,00
01/08/88 D 96.442/88 Cz$15.552,00
01/09/88 D 96.625/88 Cz$18.960,00
01/10/88 D 96.857/88 Cz$23.700,00
01/11/88 D 97.024/88 Cz$30.800,00
01/12/88 D 97.151/88 Cz$40.425,00
01/01/89 D 97.385/88 NCz$63,90
01/05/89 D 97.696/89 NCz$81,40
01/06/89 Lei 7.789/89 NCz$120,00
03/07/89 D 97.915/89 NCz$149,80
01/08/89 D 98.003/89 NCz$192,88
01/09/89 D 98.108/89 NCz$249,48
01/10/89 D 98.211/89 NCz$381,73
01/11/89 D 98.346/89 NCz$557,31
01/12/89 D 98.456/89 NCz$788,12
01/01/90 D 98.783/89 NCz$1.283,95
01/02/90 D 98.900/90 NCz$2.004,37
01/03/90 D 98.985/90 NCz$3.674,06
01/04/90 Portaria 191-A/90 Cr$3.674,06
01/05/90 Portaria 289/90 Cr$3.674,06
01/06/90 Portaria 308/90 Cr$3.857,66
01/07/90 Portaria 415/90 Cr$4.904,76
01/08/90 Portaria 429/90 e 3.557/90 Cr$5.203,46
01/09/90 Portaria 512/90 Cr$6.056,31
01/10/90 Portaria 561/90 Cr$6.425,14
01/11/90 Portaria 631/90 Cr$8.329,55
01/12/90 Portaria 729/90 Cr$8.836,82
01/01/91 Portaria 854/90 Cr$12.325,60
01/02/91 MP 295/91 (Lei 8.178/91) Cr$15.895,46
01/03/91 Lei 8.178/91 Cr$17.000,00
01/09/91 Lei 8.222/91 Cr$42.000,00
01/01/92 Lei 8.222/91 e Port. 42/92 – MEFP Cr$96.037,33
01/05/92 Lei 8.419/92 Cr$230.000,00
01/09/92 Lei 8.419/92 e Port. 601/92 – MEFP Cr$522.186,94
01/01/93 Lei 8.542/92 Cr$1.250.700,00
01/03/93 Port. Interministerial 04/93 Cr$1.709.400,00
01/05/93 Port. Interministerial 07/93 Cr$3.303.300,00
01/07/93 Port. Interministerial 11/93 Cr$4.639.800,00
01/08/93 Port. Interministerial 12/93 CR$5.534,00
01/09/93 Port. Interministerial 14/94 CR$9.606,00
01/10/93 Port. Interministerial 15/93 CR$12.024,00
01/11/93 Port. Interministerial 17/93 CR$15.021,00
01/12/93 Port. Interministerial 19/93 CR$18.760,00
01/01/94 Port. Interministerial 20/93 CR$32.882,00
01/02/94 Port. Interministerial 02/94 CR$42.829,00
01/03/94 Port. Interministerial 04/94 URV 64,79 = R$64,79
01/07/94 MP 566/94 R$64,79
01/09/94 MP 637/94 R$70,00
01/05/95 Lei 9.032/95 R$100,00
01/05/96 R$112,00
01/05/97 R$120,00
01/05/98 R$130,00
01/05/99 R$136,00
03/04/00 MP 2019 de 23/03/00 e 2019-1 de 20/04/00 Convertidas
na Lei nº 9971, de 18/05/2000.
R$151,00
01/04/01 R$180,00
01/04/02 Medida
Provisória n° 35
publicada no D.O.U. em 28.03.2002
R$
200,00
01/04/03 Lei
n° 10.699,
de 09.07.2003
R$
240,00

01/05/04

Lei n° 10.888, de 24.06.2004

R$
260,00

01/05/05

Lei nº 11.164,
de
18.08.2005

R$
300,00

01/04/2006

Lei nº 11.321,
de
07.07.2006

R$
350,00

01/04/2007

Lei nº 11.498,
de 28.06.2007

R$ 380,00
01/03/2008

Lei nº 11.709,
de 19.06.2008

R$ 415,00
01/02/2009

Lei nº 11.944,
de 28.05.2009

R$ 465,00

01/01/2010

Lei nº 12.255,
de 15.06.2010
R$ 510,00

01/03/2011

Lei nº 12.382,
de 25.02.2011
R$ 545,00
01/01/2012 Decreto nº 7.655,
de 23.12.2011
R$ 622,00

01/01/2013

Decreto nº 7.872,
de 26.12.2012

R$ 678,00
01/01/2014

Decreto nº 8.166,
de 23.12.2013

R$ 724,00
01/01/2015

DECRETO 8.381/2014

R$ 790,00
01/01/2016 R$ 880,00
01/01/2017 DECRETO Nº 8.948 / 2016 R$ 937,00

Como o salário mínimo 2017 interfere no piso salarial das categorias

O valor do salário mínimo 2017 e seu reajuste anual, serve de base para implementação dos pisos salariais de praticamente todas as categorias. O reajuste aplicado com base no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Ativo) foi deixado de lado para reajustes do salário mínimo e foi substituído pelo valor da inflação mais o PIB (Produto interno Bruto – A soma de todas as riquezas geradas pelo país) do ano anterior o que fixou os reajustes e evitou desgastes do governo com as negociações políticas na câmara e no senado.

Comente esse artigo usando o Facebook

Comentários

Ou comente pelo formulário do site

39 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia! Bem me chamo crismar f. de sousa. Recebo 937,00 por mês! Qual o valor exato que vou receber quando entrar de férias? E já faz 03 anos que trabalho sem carteira assinada, quanto vou receber se minha carteira vai ser assina agora dia 05/06/2017! Veja pra mim por favor. Obrigado!

  2. Boa noite . Trabalho como domestica desde de setembro de 2013 com salário de 1000,00 desde então houve um aumento considerável do salário mínimo já o meu salário continua o mesmo. Gostaria de saber se eu teria direito a aumento sempre que houver aumento do salário mínimo. Obrigada.

  3. Boa Tarde
    por favor, preciso saber quanto devo receber quando vou trabalhar em um comércio um dia ou outro quando sou chamada para quebrar um galho ou cobrir uma falta, quando o salario é 968,00 no mês . se não tenho registro em carteira?
    porque em supermercado já vi pagarem ao diarista 50,00 a 70,00 no final de 8 horas trabalhados. Como é isso.

  4. Boa Tarde
    por favor, preciso saber quanto devo receber quando vou trabalhar em um comércio um dia ou outro quando sou chamada para quebrar um galho ou cobrir uma falta, quando o salario é 968,00 no mês . se não tenho registro e carteira?
    porque em supermercado já vi pagarem ao diarista 50,00 a 70,00 no final de 8 horas trabalhados. Como é isso.

  5. boa tarde.
    Trabalho no comercio e no ano passado, o salário do comercio, aqui na minha cidade, são luis-ma era 970,00 bruto, gostaria de saber se com o aumento do salário mínimo, o do comercio tb aumentou aqui no Maranhão, se a resposta for sim, gostaria de saber qual o valor.
    obrigada!

  6. temos que buscar de deus ajuda se depender dos politicos estamos fritos
    qual o piso salarial pra garçons na bahia, E se tem previsao de aumento agora em 2016

    • Depende se tem sindicato na região e em qual segmento de trabalho se é comércio ou hotelaria por exemplo, se não houver a correção é feita pelo valor do salário mínimo.

  7. Gostaria de saber quanto é o PIS do operador de máquinas e veículo , e também quando VC se desloca de sua cidade de origem para outra, e acaba dormindo lá que direito VC tem? Na minha opiniao mesmo que vc ta em outra cidade, VC está a trabalho, deixa de ter sua vida particular só queria saber os meus direitos

    • Fica difícil te responder com tão poucas informações Paulo. Você é registrado em qual profissão? Tem um sindicato da sua categoria na sua cidade? Você recebe algum valor de pernoite, horas extras ou algo do tipo?

  8. esse salário e de fome não dá para ter vida abençoada não trabalhador deves não tem valor p esses malditos que governam nosso país como vou ter felicidade assim eu trabalho que nem uma burra e não tenho casa própria como investir como guardar não tem como tudo e tão caro não dá p viver não desconto eles se fartam não comemos o pão que i diabo da Dilma pisou eles aumentam o salários deles conforme querem reclamam quer já que eles vivessem com o salários que eles oferecem p nos p ver como elez se sentiriam

  9. O ESTADO DE SERGIPE NÃO TEM SALARIO MINIMO REGIONAL?
    PORQUE O SERVIÇO PUBLICO E ATE O PRIVADO NÃO ESTÃO PAGANDO O SALARIO
    EM CIMA DO MINIMO SEJA NACIONAL OU REGIONAL AOS PROFISSIONAIS TECNICOS EM RADIOLOGIA?
    SERA QUE TEM UMA PL OU EMENDA QUE FAÇA QUE OS NOSSOS DIREITOS SALARIAIS
    SEJAM RESPEITADOS E CUMPRIDOS MEDIANTE AOS NOSSOS DIREITOS E RISCOS PELA
    PROFISSAO?. ATÉ NOSSA APOSENTADORIA NÃO ESTA SENDO CORRESPONDIDA A 25
    ANOS? PORQUE ? JA QUE RECEBEMOS 40% DE INSALUBRIDADE. O QUE MUDOU ? QUAL
    O CAMINHO PARA GARANTIR NOSSOS DIREITOS? ALGUEM PODE ME RESPONDER?

  10. Bom dia!!! Gostaria de saber se já saiu o salário de 2015 de porteiro.
    E pra quanto foi o ticket alimentação.
    Fico grato se poder, me responder o exato.

  11. GOSTARIA DE SABER O PISO SALARIAL DE RECPSONISTA DE CONSULTORIO NO RIO DE JANEIRIO QUANDO VAI SAIR , O SINDICATO E
    Sindherj – Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços

  12. Sou porteiro e tiro no mês menos de um salário minimo por causa dos descontos ,eu acho uma pouco vergonha o salario de um cidadãos comuns como nos so aumenta 9% enquanto o salário dos governantes sobe mas de 26% a sim fica fácil dizer que um salário de 790,00 vai mudar ou ajudar o povo brasileiro, o que adianta aumentar o salario se as coisas aumenta o dobro como então eles pode disser que esta nos ajudando, desculpem mas tenta outro discurso

  13. e da minha opiniao que nao deviam por o sindicatos da funcao publica e privados discutir os salarios porque o salario sobe ao privado o custo de vida tambem sobe porque o privado e o produtor de bens e servico e vende ao publico e ao estado. assim ao subir o salario implica subir os custos de producao desses bens e servicos. ainda mais o nosso governo devia deminuir brocratismo e aumentar muito mais a coleta de impostos, pois ainda existem muitos sectores que nao pagam dividamente os impostos. e caso do ramo transporte o conselho municipal devia emitir bilhetes diarios, semanais ou mensais que possam serem usados no sempre que entrar na estrada para exercer a sua actividade

    • Cobrar mais impostos no ramo do transporte? Amigo isso só iria atrapalhar mais ainda. Meu tio tinha trêz vans que transportavam pessoas de Guarulhos (SP) a São Paulo (SP) e quando o governo intervenho nessa profição impondo impostos e regulamentações ele saiu fora desse ramo e os poucos que resistiram estão com a margem de lucro muito baixa além do preço das passagens subirem regularmente a mando do próprio estado. E para piorar pessoas que querem entrar neste ramo não conseguém por causa da burocracia é por isso que o transporte publico esta uma merda entendeu? se o transporte fosse desrregulamentado varias pessoas iriam entrar no ramo assim aumentando significativamente a quantidade de transportes para locomover a população.

Responda esse comentário