Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) – Salário 2018, Quanto Ganha, Piso Salarial

104

O salário 2018 de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) que listamos aqui foi calculado segundo dados salariais oficiais do Ministério do Trabalho e Emprego divulgados através do sistema CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e calculados pelo sistema de cargos e salários do site Salario.com.br.

Encontre o piso salarial 2018 de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos), média salarial nacional, salário médio por lacalidade, além de vários outros dados salariais que englobam essa pesquisa de salários da ocupação de CBO 992225.

Confira logo abaixo todos os dados salariais, estatísticas e levantamentos dessa pesquisa de salários para o cargo de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos):

Como é feita a pesquisa de salários para o cargo de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos)

Para chegarmos aos dados salariais para o cargo de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos), utilizamos uma pesquisa de salários com um total de 28304 registros. Todos os salários foram informados oficialmente ao CAGED pelas empresas no ato da admissão e do registro do funcionário, portanto é um retrato fiel do mercado de trabalho para Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) CBO 992225.

Os dados de salários aqui mostrados, são referentes a admissões no período de 09/2017 até 04/2018 e não contemplam valores salariais adicionais como bonificações, comissões, benefícios ou quaisquer outros valores. Somente o salário bruto mensal de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) registrado em carteira é computado.

Quanto ganha um Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em 2018

Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) – Salário 2018, Quanto Ganha, Piso Salarial

De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, um Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) ganha em média R$ 1.126,43 para trabalhar cerca de 44 horas por semana no mercado de trabalho brasileiro.

O valor do salário não contempla benefícios salariais como comissões, bônus, adicional noturno, insalubridade, periculosidade, nem nada do tipo, somente o salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) CBO 992225 registrado em carteira é calculado. Lembrando que esse salário foi calculado de acordo com dados oficiais do CAGED de admissões dos últimos meses.

Evolução salarial do cargo de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos)

Pesquisa de salários do cargo de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) com a evolução do salário em carteira ao longo dos meses da pesquisa.

Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) CBO 992225 nos Estados e Capitais

Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em todos os estados e capitais brasileiras. Em cada estado são informados o total de admissões no período de 09/2017 até 04/2018, média salarial e piso salarial para o cargo de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) CBO 992225. Somente serão listados os estados que tenham tido contratações no período da pesquisa. O total de horas trabalhadas é a média das contratações. Confira o levantamento:

Acre

  • Contratações: 12;
  • Média salarial no Acre: R$ 1.146,50;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 no Acre: R$ 1.033,06;
  • Rio Branco - AC

  • Média salarial em Rio Branco: R$ 1.031,00;
  • Piso salarial 2018 em Rio Branco: R$ 954,00.

Alagoas

  • Contratações: 163;
  • Média salarial em Alagoas: R$ 1.029,80;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 em Alagoas: R$ 954,00;
  • Maceió - AL

  • Média salarial em Maceió: R$ 1.041,62;
  • Piso salarial 2018 em Maceió: R$ 954,00.

Amazonas

  • Contratações: 205;
  • Média salarial no Amazonas: R$ 1.078,77;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 no Amazonas: R$ 972,03;
  • Manaus - AM

  • Média salarial em Manaus: R$ 1.019,33;
  • Piso salarial 2018 em Manaus: R$ 954,00.

Amapá

  • Contratações: 48;
  • Média salarial no Amapá: R$ 1.018,54;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 no Amapá: R$ 954,00;
  • Macapá - AP

  • Média salarial em Macapá: R$ 1.026,87;
  • Piso salarial 2018 em Macapá: R$ 954,00;

Bahia

  • Contratações: 1082;
  • Média salarial na Bahia: R$ 1.009,62;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 na Bahia: R$ 954,00;
  • Salvador - BA

  • Média salarial em Salvador: R$ 1.035,77;
  • Piso salarial 2018 em Salvador: R$ 954,00.

Ceará

  • Contratações: 278;
  • Média salarial no Ceará: R$ 1.037,32;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 no Ceará: R$ 954,00;
  • Fortaleza - CE

  • Média salarial em Fortaleza: R$ 1.080,57;
  • Piso salarial 2018 em Fortaleza: R$ 974,30.

Distrito Federal

  • Contratações: 546;
  • Média salarial no Distrito Federal: R$ 1.134,62;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 no Distrito Federal: R$ 1.022,35;
  • Brasília - DF

  • Média salarial em Brasília: R$ 1.134,62;
  • Piso salarial 2018 em Brasília: R$ 1.023,03.

Espírito Santo

  • Admissões: 775;
  • Salário no Espírito Santo: R$ 1.134,62;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 no Espírito Santo: R$ 1.029,87;
  • Vitória - ES

  • Salário médio em Vitória: R$ 1.065,13;
  • Piso salarial 2018 em Vitória: R$ 960,38.

Goiás

  • Admissões: 1675;
  • Salário em Goiás: R$ 1.066,77;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 em Goiás: R$ 961,22;
  • Goiânia - GO

  • Salário em Goiânia: R$ 1.053,32;
  • Piso salarial 2018 em Goiânia: R$ 954,00.

Maranhão

  • Admissões: 383;
  • Salário no Maranhão: R$ 1.002,41;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 no Maranhão: R$ 954,00;
  • São Luís - MA

  • Salário em São Luís: R$ 1.000,94;
  • Piso salarial 2018 em São Luís: R$ 954,00.

Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em Minas Gerais

  • Admissões: 3040;
  • Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em Minas Gerais: R$ 1.083,15;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 em Minas Gerais: R$ 975,97;
  • Belo Horizonte - MG

  • Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em Belo Horizonte: R$ 1.137,24;
  • Piso salarial 2018 de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em BH: R$ 1.025,40.

Mato Grosso do Sul

  • Admissões: 600;
  • Média salarial no Mato Grosso do Sul: R$ 1.071,66;
  • Jornada / semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 em Mato Grosso do Sul: R$ 965,63;
  • Campo Grande - MS

  • Salário na capital Campo Grande: R$ 1.048,84;
  • Piso salarial 2018 em Campo Grande: R$ 954,00.

Mato Grosso

  • Contratações: 649;
  • Salário no Mato Grosso: R$ 1.112,80;
  • Jornada de Trabalho: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018: R$ 1.002,69;
  • Cuiabá - MT

  • Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em Cuiabá: R$ 1.100,89;
  • Piso salarial de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) 2018 em Cuiabá: R$ 992,62.

Paraíba

  • Contratações: 223;
  • Média salarial na Paraíba: R$ 991,65;
  • Horas trabalhadas por semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 na Paraíba: R$ 954,00;
  • João Pessoa - PB

  • Salário na capital João Pessoa: R$ 1.001,45;
  • Piso salarial 2018 em João Pessoa: R$ 954,00.

Pernambuco

  • Admissões: 914;
  • Salário em Pernambuco: R$ 1.015,74;
  • Horas trabalhadas por semana: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 em Pernambuco: R$ 954,00;
  • Recife - PE

  • Salário em Recife: R$ 996,67;
  • Piso salarial 2018 em Recife: R$ 954,00.

Piauí

  • Admissões: 192;
  • Salário no Piauí: R$ 980,16;
  • Jornada de trabalho: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 no Piauí: R$ 954,00;
  • Teresina - PI

  • Salário médio em Teresina: R$ 977,76;
  • Piso salarial 2018 em Teresina: R$ 954,00.

Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) no Paraná

  • Admissões de servente de pedreiro na conservação de vias permanentes (exceto trilhos) no período: 1838;
  • Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) no Paraná: R$ 1.246,11;
  • Jornada de trabalho: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) no Paraná: R$ 1.122,81;
  • Curitiba - PR

  • Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em Curitiba: R$ 1.274,59;
  • Piso salarial 2018 de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em Curitiba: R$ 1.149,24.

Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) no Rio de Janeiro

  • Admissões de servente de pedreiro na conservação de vias permanentes (exceto trilhos) no período: 1940;
  • Salário médio de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) no estado do Rio de Janeiro: R$ 1.190,53;
  • Jornada de trabalho: 44 horas semanais;
  • Piso salarial Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) 2018 no RJ: R$ 1.072,74;
  • Rio de Janeiro - RJ

  • Salário de servente de pedreiro na conservação de vias permanentes (exceto trilhos) na cidade do Rio de Janeiro: R$ 1.200,78;
  • Piso salarial 2018 de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) no Rio de Janeiro: R$ 1.082,69.

Rio Grande do Norte

  • Admissões: 176;
  • Média salarial Rio Grande do Norte: R$ 988,98;
  • Jornada de trabalho: 43 horas semanais;
  • Piso salarial Rio Grande do Norte 2018: R$ 954,00;
  • Natal - RN

  • Salário médio em Natal: R$ 993,06;
  • Piso salarial 2018 em Natal: R$ 954,00.

Rondônia

  • Admissões: 276;
  • Média salarial Rondônia: R$ 1.128,71;
  • Jornada de trabalho: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018: R$ 1.017,03;
  • Porto Velho - RO

  • Salário médio em Porto Velho: R$ 1.141,10;
  • Piso salarial 2018: R$ 1.028,88.

Roraima

  • Admissões: 65;
  • Salário médio em Roraima: R$ 1.183,52;
  • Jornada: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018: R$ 1.066,42;
  • Boa Vista - RR

  • Média salarial em Boa Vista: R$ 986,48;
  • Piso salarial 2018: R$ 954,00.

Rio Grande do Sul

  • Admissões: 873;
  • Salário no Rio Grande do Sul: R$ 1.205,24;
  • Horas trabalhadas: 43 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 no Rio Grande do Sul: R$ 1.085,99;
  • Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) na Capital Porto Alegre - RS

  • Média salarial na capital Porto Alegre: R$ 1.232,10;
  • Piso salarial 2018: R$ 1.110,93.

Santa Catarina

  • Contratações: 803;
  • Salário médio em Santa Catarina: R$ 1.306,83;
  • Horas trabalhadas: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018 em Santa Catarina: R$ 1.177,52;
  • Florianópolis - SC

  • Média salarial em Florianópolis: R$ 954,00;
  • Piso salarial 2018 em Florianópolis: R$ 954,00.

Sergipe

  • Contratações: 234;
  • Média salarial em Sergipe: R$ 978,39;
  • Horas trabalhadas: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018: R$ 954,00;
  • Aracajú - SE

  • Salário médio em Aracajú: R$ 954,00;
  • Piso salarial 2018: R$ 954,00.

Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) no estado de SP

  • Admissões no período: 8654;
  • Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) em SP: R$ 1.204,41;
  • Jornada de trabalho: 44 horas semanais;
  • Piso salarial Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) 2018 SP: R$ 1.085,24;
  • Salário de Servente de Pedreiro na Conservação de Vias Permanentes (exceto Trilhos) na cidade de São Paulo - SP

  • Média salarial em São Paulo Capital: R$ 1.181,99;
  • Piso salarial 2018 em São Paulo: R$ 1.065,75.

Tocantins

  • Admissões: 69;
  • Salário médio no Tocantins: R$ 1.109,13;
  • Horas trabalhadas: 44 horas semanais;
  • Piso salarial 2018: R$ 999,39;
  • Tocantins - TO

  • Média salarial em Palmas: R$ 1.145,19;
  • Piso salarial 2018: R$ 1.032,56.

Responda esse comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here