Analista de Sistemas Sênior

1084

Analista de sistemas sênior é o profissional capacitado para criar condições lógicas dos processos de informações computacionais. É sênior porque está em um estágio avançado de experiência e conhecimento na área em que atua.

Existe um sistema de hierarquia que é muito respeitado pelas empresas. O profissional somente será colocado no nível de sênior se tiver condições para isso.

O tempo que uma pessoa leva para ser considerada sênior é de 4 a 6 anos.

Mas, não é apenas o fator tempo que define um analista de sistemas sênior. Há outros critérios que o levam a essa categoria. Ei-los:

Criar programas com objetivo de solucionar problemas, estudar continuamente, conhecer todo tipo de linguagem dos programas entre outros.

Formação necessária para se tornar um Analista de Sistemas Sênior

Tabela Piso Salarial Analista de Sistemas SêniorCurso superior em análise de sistemas, engenharia da computação, redes ou ciência da computação e/ou áreas ligadas ao mundo da tecnologia informacional.

Domínio da língua inglesa. Boa leitura e compreensão.

Cursos de atualização no ramo tecnológico. Servem para aperfeiçoar o profissional.

Para chegar ao nível sênior é preciso acumular experiência e demonstrá-la na hora de execução de tarefas.

Atividades exercidas

  • Coordenação de projetos relacionados à tecnologia da informação;
  • Proporcionar melhorias nos meios de comunicação de dados;
  • Analisar programação;

Mercado de trabalho

O profissional de análise de sistemas sênior é muito requisitado no mundo do trabalho.

Pode atuar em diversas empresas específicas da área e, até mesmo, em outras que utilizam a logística computacional. Tanto públicas, quanto privadas.

A renda mensal desse profissional é de aproximadamente R$ 9.000,00.

Habilidades requeridas do Analista de Sistemas Sênior

  • Percepção sistêmica;
  • Organização;
  • Capacidade de raciocínio lógico avançado;
  • Agilidade;
  • Conhecimento da linguagem dos programas;
  • Aptidão para criar métodos eficientes para sanar possíveis problemas;
  • Compreensão da logística tecnológica;
  • Agilidade no quesito solução de impasses;
  • Domínio total do inglês específico;
  • Criativo;
  • Senso crítico no momento de desenvolver programas

Comente esse artigo usando o Facebook

Comentários

Ou comente pelo formulário do site

FAÇA UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome