Salário Mínimo Paulista 2017 – Piso salarial regional SP em 2017

O salário mínimo regional de SP foi criado para regulamentar o reajuste dos trabalhadores que não possuam convenção coletiva ou acordo coletivo.

3323

O valor do salário mínimo de SP 2017 já foi enviado para aprovação na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo em formato de projeto de lei pelo governador Geraldo Alckmin. O projeto de lei que regulamenta o novo salário mínimo de SP para 2017 deverá ser apreciado pelos deputados e aprovado tal como está. Continue lendo e confira o valor do piso salarial regional de SP para 2017:

Salário Mínimo Paulista 2017

Quando e porque foi criado o salário mínimo regional de SP

O salário mínimo paulista foi criado em 2007 pelo então governador José Serra. A instituição de um salário mínimo regional se deu devido a defasagem do valor do salário mínimo nacional com o que os trabalhadores paulistas necessitavam.

O salário mínimo de SP, também conhecido como piso salarial regional paulista abrange categorias profissionais que não tenham convenção coletiva, dissídio coletivo, acordo coletivo ou qualquer tipo de representatividade sindical de âmbito nacional e que portanto não possuem reajustes cronológicos anuais.

O piso salarial regional foi liberado a partir do projeto de lei 103/2000 no qual estabelece que os estados podem instituir um valor de salário mínimo regional diferente do salário mínimo nacional de acordo com a demanda e riquezas geradas pela economia de seus estados, além de que não tenham piso salarial definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho. .

Reajuste e valor do salário mínimo paulista 2017:

A porcentagem de reajuste do salário mínimo regional de SP 2017 ficou em 7,62%, assim o valor do salário mínimo paulista ficou em 1.076,20 para a primeira faixa e 1.094,50 para os trabalhadores abrangidos pela segunda faixa.
 

1ª Faixa R$ 1.076,20

 

2ª Faixa R$ 1.094,50

 

Compartilhe Valor do Salário Mínimo Regional de SP para 2017 no Facebook

Categorias profissionais abrangidas pelo salário mínimo paulista 2017

Salário Mínimo Paulista 2017 1ª faixa – R$ 1.076,20

Salário mínimo para os trabalhadores domésticos, serventes, trabalhadores agropecuários e florestais, pescadores, contínuos, mensageiros e trabalhadores de serviços de limpeza e conservação, trabalhadores de serviços de manutenção de áreas verdes e de logradouros públicos, auxiliares de serviços gerais de escritório, empregados não especializados do comércio, da indústria e de serviços administrativos, cumins, barboys, lavadeiras, ascensoristas, “motoboys”, trabalhadores de movimentação e manipulação de mercadorias e materiais e trabalhadores não especializados de minas e pedreiras, operadores de máquinas e implementos agrícolas e florestais, de máquinas da construção civil, de mineração e de cortar e lavrar madeira, classificadores de correspondência e carteiros, tintureiros, barbeiros, cabeleireiros, manicures e pedicures, dedetizadores, vendedores, trabalhadores de costura e estofadores, pedreiros, trabalhadores de preparação de alimentos e bebidas, de fabricação e confecção de papel e papelão, trabalhadores em serviços de proteção e segurança pessoal e patrimonial, trabalhadores de serviços de turismo e hospedagem, garçons, cobradores de transportes coletivos, barmen, pintores, encanadores, soldadores, chapeadores, montadores de estruturas metálicas, vidreiros e ceramistas, fiandeiros, tecelões, tingidores, trabalhadores de curtimento, joalheiros, ourives, operadores de máquinas de escritório, datilógrafos, digitadores, telefonistas, operadores de telefone e de “telemarketing”, atendentes e comissários de serviços de transporte de passageiros, trabalhadores de redes de energia e de telecomunicações, mestres e contramestres, marceneiros, trabalhadores em usinagem de metais, ajustadores mecânicos, montadores de máquinas, operadores de instalações de processamento químico e supervisores de produção e manutenção industrial.

Salário Mínimo Paulista 2017 2ª faixa – R$ 1.094,50

Valor do salário mínimo SP 2017 para os administradores agropecuários e florestais, trabalhadores de serviços de higiene e saúde, chefes de serviços de transportes e de comunicações, supervisores de compras e de vendas, agentes técnicos em vendas e representantes comerciais, operadores de estação de rádio e de estação de televisão, de equipamentos de sonorização e de projeção cinematográfica.

Evolução do salário mínimo paulista até 2017

Aqui temos um gráfico que mostra a evolução do salário mínimo paulista desde a sua criação em 2007 até o ano de 2017:

Evolução do salario minimo do Estado de São Paulo
Clique para ver em tamanho maior. Gráfico mostra a evolução do salário mínimo paulista desde a sua criação em 2007. Fonte (da Redação)

Confira uma reportagem sobre o salário mínimo paulista 2017:

Comente esse artigo usando o Facebook

Comentários

Ou comente pelo formulário do site

8 COMENTÁRIOS

  1. Boa Tarde!

    Sou servidora publica da secretaria da saúde de São paulo, gostaria de saber se teremos essa equiparação no salário, já que recebemos o valor muito inferior ao salario minimo.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome